quarta-feira, 18 de novembro de 2009

EducaçãoBê-á-bá nota 10
As crianças de Minas Gerais aprendem mais cedo – e melhor – a ler e escrever
José Edward
Divulgação: Revista Veja (2007)

Escola Francisco Sá, em Montes Claros: o desempenho de cada aluno é acompanhado pelo governo estadual
Minas Gerais é um exemplo de como políticas públicas acertadas fazem diferença. Veja-se o caso da educação. No último ano, a proporção de estudantes da rede oficial de ensino que conseguem ler e escrever com fluência aos 8 anos subiu de 45% para 58%. No mesmo período, a fatia dos que chegam a essa idade sem saber ler nem escrever caiu de 33% para 24%. Com esse salto, os alunos mineiros saíram do nível que o Ministério da Educação classifica como "intermediário" para o patamar tido como "recomendável". A evolução foi possível porque Minas fez a lição de casa. No ano passado, o governo estadual implantou um sistema único no país de avaliação do desempenho de cada aluno da rede pública. Com isso, consegue identificar os problemas de ensino de seus colégios, enviar especialistas para solucioná-los e, assim, corrigir os erros a tempo. Foi o caso da Escola João Lopes Gontijo, do município de Ribeirão das Neves. Em 2006, apenas 8% dos alunos de 8 anos desse colégio sabiam ler e escrever. A Secretaria de Educação destacou especialistas para acompanhar os professores. Deu certo. Neste ano, todas as crianças passaram no teste de alfabetização. Mesmo nas unidades que já tinham bom desempenho, os alunos estão melhorando. Na Escola Francisco Sá, de Montes Claros, o índice de crianças alfabetizadas a contento subiu de 74% para 81%.
Os excelentes resultados levaram o governador Aécio Neves a anunciar que, em 2011, todos os alunos da rede pública do estado estarão alfabetizados aos 8 anos. A meta para os demais estados do país é aos 10 anos. "Depois que implantamos as avaliações, descobrimos que elas não são apenas um instrumento de acompanhamento da eficiência das nossas políticas. Também ajudam as escolas a identificar suas deficiências e a buscar soluções para elas", diz a secretária de Educação, Vanessa Guimarães. O êxito na alfabetização faz parte de uma sucessão de acertos obtidos por Minas na educação. O estado foi o primeiro a distribuir livros a alunos do ensino médio e o primeiro a aumentar de oito para nove anos a duração do ciclo do ensino fundamental na rede pública. Graças a medidas como essa, lidera as avaliações realizadas periodicamente pelo governo federal.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Plano de aula 01
    Tema: “ADAPTAÇÃO E SOCIALIZAÇÃO”

    Assunto: “ADAPTAÇÃO E SOCIALIZAÇÃO”, BRINCADEIRAS INFANTIS. Utilizando as brincadeiras infantis nas séries iniciais nas disciplinas de Língua Portuguesa, Educação Artística e Filosofia.


    Autor: Profa. Selma Braga dos Santos Januário


    Material: Desenhos de vários tipos de sapatos, sandálias, principalmente tênis mais utilizado durante a criança no âmbito escolar, Dinâmica com o título “Cobra Cega” muito conhecida pelos pequenos, como atividade e reflexão buscando instigar a necessidade dos alunos a o conhecimento de novas culturas Interpretação gestuais utilizando “vendas constituídas de tecido macio”. De forma descontraída conhecer e reconhecer a importância dos órgãos dos sentidos, verificar suas funções e importâncias, promover a socialização com o trabalho em duplas.


    Público Alvo: 1º a 5º anos iniciais nas disciplinas de Língua Portuguesa, Educação Artística e Filosofia.

    Duração: 30 minutos


    Objetivos: Levar o aluno à importância dos órgãos dos sentidos, a socialização entre os colegas e os professores e a coordenação motora ao calçar o próprio tênis e aprender com ajuda do “coleguinha” ou professor a amarrá-los, dinamizando a integração e auto-estima e trabalhar a coordenação motora dos alunos.


    Etapas de Desenvolvimento do Trabalho:

    Os alunos percorrerão um pequeno trajeto de olhos vendados durante (10 minutos), seguindo os comandos de um outro colega (guia), em seguida descansarão num colchonete confortável durante 05 minutos com os olhos fechados e sem venda nos mesmos. Os alunos trabalharão também um pouco mais a coordenação motora ao pintar os desenhos de vários sapatos, sandálias e tênis com lápis de cor atóxico, tempo estimado 15 minutos.








    Bibliografia utilizada:





























    www.clarabebe.blogs.com-google imagens acesso às 19:54 minutos do dia 27/09/2009
    www.salesianoitajaí.g12.bracessogoogle imagens às 19:52 minutos do dia 27/09/2009
    homofobiajaerawordpress google imagens acesso ás 19:25 minutos do dia 27/09/2009
    www.oxford.br google imagens acesso ás 19:15 minutos do dia 27/09/2009
    www.revistaonline.com.br Projeto escolares.Editora on-line –caixa postal 61085 Cep 05001-970 São Paulo- SP

    ResponderExcluir